17 de Dezembro, 2012
"ADÁGIO , ROMANZA E GRAVE" - LANÇAMENTO DE LIVRO -
17 de Dezembro - 19h00




Américo Fernando Brás Carlos
nasceu em Azambuja no ano de 1952.

Fez o curso industrial e trabalhou em empresas do setor

alimentar e químico. Como trabalhador estudante, fez

o curso complementar dos liceus e licenciou-se em Direito.

Pelo meio, cumpriu o serviço militar em Angola.

Foi docente na Faculdade de Direito da Universidade de

Lisboa e, durante 20 anos, Professor no iscte-iul e indeg.

Foi quadro técnico e dirigente da administração pública

portuguesa e consultor para a área da fiscalidade da Cooperação

Portuguesa, Banco Mundial, União Europeia, Fundo

Monetário Internacional e Departamento do Tesouro dos

Estados Unidos da América, tendo exercido funções na

Guiné-Bissau, Cabo Verde, Moçambique, S. Tomé e Príncipe

e Angola.

Em 1979 recebeu o prémio de poesia do Centro de Cultura

de Santarém (atual prémio Mário Viegas); e em 1980

recebeu o 2.º prémio de poesia do Grupo de Estudos Brasileiros

do Porto.

Este é o seu primeiro livro de poemas, surgido de um

desafio fundamental, que recorrentemente por lá passa:

(…)

Falta ainda, amor, por decifrar,

apesar de tão antigo ou sem idade,

este tropel imperioso que não sei contar.

— in Amor

(…)

Se conseguisse ao fim de tantos meses

perceber este fel bebido milhões de vezes

e pô-lo em razoáveis vocábulos portugueses.

— in Poemas da Guerra III ou Os meus passos

 

américo brás carlos 1 Adágio , Romanza e Grave